MENU

15/02/2022 às 21h31min - Atualizada em 16/02/2022 às 01h33min

CINEASTA E JORNALISTA ARNALDO JABOR MORRE AOS 81 ANOS, OUÇA A REPORTAGEM E VEJA O VÍDEO DA GLOBO NEWS

Jabor teve um acidente vascular cerebral, em dezembro de 2021 e foi internado no Hospital Sírio Libanês (SP). Chegou a passar 13 dias na UTI, teve alta da terapia intensiva, mas seguiu internado. Morreu nessa terça-feira (15) por complicações de mesmo AVC.

GRUPO EDITORIAL MARICÁ Exclusiva - via Rádio Agência Nacional Cultura
Agência Brasil Edição: Roberto Marques Piza / Guilherme Strozi Por Eliane Gonçalves Repórter da Rádio Nacional São Paulo
OUÇA A REPORTAGEM LOGO A SEGUIR;
 
 
 

O cineasta e jornalista Arnaldo Jabor morreu nessa terça-feira (15) aos 81 anos. Jabor teve um AVC, um acidente vascular cerebral, em dezembro do ano passado e foi internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Chegou a passar 13 dias na UTI, teve alta da terapia intensiva, mas seguiu internado. Morreu nessa terça-feira (15) por complicações causadas pelo AVC.

Arnaldo Jabor nasceu no Rio de Janeiro, no dia 12 de dezembro de 1940. Ao longo de 50 anos de carreira, faz cinema, jornal, TV e rádio.


No cinema, foram mais de 10 filmes entre longas e curtas-metragens. Em 1972 ele lançou um dos seus filmes de maior sucesso é “Toda nudez será castigada”, baseado na obra de Nelson Rodrigues. Ao mesmo tempo que o filme era censurado no Brasil pela Ditadura Militar, era premiado com o Urso de Prata no festival de Cinema de Berlim. Seu último filme foi lançado em 2010. A Suprema Felicidade que contou com a atuação dos atores Marco Nanini, Dan Stulbach e Ary Fontoura, que lamentou a morte do colega.

Jabor também escreveu oito livros, sendo alguns sucessos de venda como “Amor é prosa, Sexo é poesia”. O texto que dá nome ao título foi adaptado por Rita Lee e Roberto de Carvalho.

 


Desde 1991 trabalhava como comentarista político da Rede Globo, conhecido pelas críticas ácidas, apresentou sua última coluna no Jornal da Globo no dia 18 de novembro do ano passado.

Jabor está  sendo velado aqui São Paulo, em uma cerimônia reservada apenas para familiares e amigos. Depois o corpo segue para o Rio de Janeiro, onde haverá um velório aberto ao público no MAM, o Museu de Arte Moderna, depois o corpo vai ser cremado.


Cultura São Paulo 15/02/2022 - 21:31 Roberto Marques Piza / Guilherme Strozi Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional Arnaldo Jabor terça-feira, 15 Fevereiro, 2022 - 21:31 2:25

Edição: Roberto Marques Piza / Guilherme Strozi

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
VEJ AQUI A REPORTAGEM DA CNN SOBRE O FALECIMENTO DO JORNALISTA ARNALDO JABOR
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
Como podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...