MENU

05/05/2022 às 15h49min - Atualizada em 05/05/2022 às 19h39min

ARTIGO ESPECIAL: EXERCÍCIOS ALÉM DO CORPO

Entretanto, nem só de pernas torneadas, glúteos firmes e pernas grossas vive um corpo. Há, sim, uma outra área que precisa, e muito, de treino: o cérebro.

GRUPO EDITORIAL MARICÁ - via Alessandra Ceroy
Assessoria de Imprensa

Quando falamos sobre treinos, a primeira associação que fazemos é com academias, pesos e um personal trainer nos orientando para conseguirmos aquele corpo todo malhado. Entretanto, nem só de pernas torneadas, glúteos firmes e pernas grossas vive um corpo. Há, sim, uma outra área que precisa, e muito, de treino: o cérebro.

 

"Nosso cérebro é, sim, uma máquina completa. Mas como qualquer 'engrenagem', necessita de estímulos para funcionar melhor. E mais: não são apenas as crianças que têm que movimentar os neurônios. Adultos e idosos, principalmente, precisam estimular o cérebro para desenvolver melhor funções como percepção, atenção, memória, linguagem e as chamadas funções executivas, como raciocínio, lógica, estratégia, tomada de decisões e resolução de problemas", explica a neuropsicóloga Bárbara Calmeto, diretora do Autonomia Instituto.

 

A seguir, Bárbara dá quatro dicas de exercícios para realizar em casa - lembrando que podem ser feitos por pessoas de todas as idades:

 

Jogar Stop – Ele é ótimo para estimular a memória e dá para jogar de duas formas: com papel e 'pelo pensamento', como no trânsito, por exemplo. Sem papel, funciona assim: encontre letras ao seu redor (como nas placas de carro e outdoors) e tente lembrar de coisas que comecem com as tais letras no mesmo esquema do stop (nome, país, cor, objeto, animal, marca etc);

 

Usar a mão contrária – Forçar o uso da mão contrária é um ótimo exercício para o cérebro. Para isso, vale escrever frases, comer, escolar os dentes, trocar o mouse do computador de lado etc. Tudo o que você faz habitualmente com uma mão, faça com a outra (se é destro, use a esquerda; se é canhoto, use a direita). Fazendo isso, o seu cérebro pode ser estimulado integralmente – todas as áreas , todos os hemisférios, direito e esquerdo;

 

Ler um texto por meio de um espelho – Assim como no exercício que você utiliza a mão contrária, ler de trás pra frente também vai forçar o seu cérebro a 'aprender' uma nova maneira de realizar algo rotineiro;

 

Palavras cruzadas – As palavras cruzadas ajudam a acelerar o raciocínio e adiar as doenças do cérebro. Esse joguinho é, inclusive, um dos instrumentos mais usados por médicos para tratar doenças relacionadas à perda de memória, pois, quanto mais informações o cérebro recebe, mais sedento de novos conhecimento ele fica.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
Como podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...