MENU

27/05/2022 às 10h37min - Atualizada em 02/06/2022 às 05h36min

PREFEITURA DE TANGUÁ ABRE INSCRIÇÕES PARA CORAL JUVENIL QUE TAMBÉM SERÁ FORMADA POR ALUNOS DA CIDADE

Os alunos, já inscritos, passarão por uma avaliação e os classificados receberão uma bolsa-auxílio no valor de R$200,00 para custear seus estudos de música. Além disso, o projeto irá emprestar o instrumento para ajudar no desenvolvimento do estudante. Ao total será 60 alunos que farão parte da orquestra.

GRUPO EDITORIAL MARICÁ - Educação
Assessoria de Imprensa Tanguá
A prefeitura de Tanguá, em parceria com o Instituto Brasileiro de Música e Educação (IBME), acaba de abrir as inscrições para a audição com vistas à seleção dos alunos que integrarão o Coro Juvenil de Tanguá.

Para realizar a inscrição basta que o aluno interessado, que deverá estar na faixa etária entre os 8 e os 15 anos, acompanhado de seu responsável, procure pelo IBME no auditório da Escola Municipal Iasmim Gonzaga Arantes, localizada na Rua Vereador Manoel Macedo, 1.040 - Centro.

Elas ocorrem sempre às segundas e quartas-feiras, das 17h às 19h, até o próximo dia 08/06, a audição será realizada no dia 13/06, às 17h30, na Sala Ana Maria Gac, no mesmo endereço.

Serão disponibilzados 30 vagas e os contemplados receberão uma bolsa de R$ 200,00.


Com isso, dará início à formação da "Orquestra Sinfônica Juvenil de Tanguá".


Os alunos, já inscritos, passarão por uma avaliação e os classificados receberão uma bolsa-auxílio no valor de R$200,00 para custear seus estudos de música. Além disso, o projeto irá emprestar o instrumento para ajudar no desenvolvimento do estudante. Ao total será 60 alunos que farão parte da orquestra.
As aulas já começaram e estão acontecendo no auditório da Escola Municipal Iasmim Gonzaga Arantes às segundas-feiras a partir das 15h.

"Tenho a expectativa de que minhas filhas cresçam cada vez mais, já que elas sempre sonharam tocar instrumentos. Há muito tempo busco colocar as meninas em aulas particulares, mas são caras. Graças ao projeto elas estão tendo esta oportunidade de estarem se desenvolvendo cada vez mais nos instrumentos que elas tocam", disse Gerlane Gonçalves, mãe de três alunas do Projeto Orquestra nas Escolas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
Como podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...