MENU

10/05/2021 às 13h53min - Atualizada em 10/05/2021 às 15h42min

PSICÓLOGOS DA CIDADE DE TANGUÁ ADOTAM BONECOS DE FELTRO EM TERAPIAS COM CRIANÇAS

A partir de agora, o Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) de Tanguá vai adotar a Família Terapêutica (bonecos de feltros) como forma de melhorar o atendimento psicológico às crianças.

Grupo Editorial Maricá - Exclusiva
A partir de agora, o Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) de Tanguá vai adotar a Família Terapêutica (bonecos de feltros) como forma de melhorar o atendimento psicológico às crianças. A técnica já é bastante comum na psicologia e terapia ocupacional, mas nunca foi utilizada no órgão da cidade por falta de materiais. 

Segundo o coordenador do Caps, Uállafe de Oliveira, a medida está sendo viabilizada por meio de uma parceria com as artesãs da cidade, que confeccionaram e doaram os bonecos ao município. 

"A equipe de atendimento infantojuvenil do CAPS recebeu uma linda doação do grupo de artesãs do nosso município, que são esses bonecos que representam a Família Terapêutica. Isso vai proporcionar um efetivo avanço do nosso diagnóstico", disse Uállafe. 

A família terapêutica, também chamada de família pedagógica, é composta por personagens de feltro que compõem a diversidade familiar.

"Os personagens têm por objetivo estabelecer uma comunicação entre o profissional psicoterapeuta e a criança, permitindo identificar os problemas e dificuldades enfrentados pelo pequeno paciente, como abuso sexual, bullying e agressões", disse Sânia Assis, psicóloga do CAPS.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
No que podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...