MENU

05/01/2022 às 13h46min - Atualizada em 05/01/2022 às 13h51min

PREFEITURA DE MARICÁ DIVULGA QUE VAI PRORROGAR PAGAMENTO DO PAT ATÉ ABRIL

Benefício será pago em mumbucas a mais de 23 mil pessoas, já a partir de janeiro de 2022

GRUPO EDITORIAL MARICÁ - Informe de Utilidade Pública
Assessoria de Imprensa Maricá
A Prefeitura de Maricá anunciou nesta quarta-feira (05/01) a decisão de prorrogar o pagamento do Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT) a todos os beneficiários até abril, devido ao avanço da variante Ômicron no Rio de Janeiro.

A novidade deste ano é que o auxílio será pago em mumbucas, com valor equivalente a R$ 600 reais. O crédito será efetuado nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril para as 23,5 mil pessoas cadastradas no PAT.

Amparar o trabalhador na incerteza gerada pela variante

O prefeito Fabiano Horta explicou a decisão, durante reunião com vereadores na manhã desta quarta-feira (05/01):

"Estamos enviando hoje à Câmara Municipal o projeto de extensão do PAT por mais quatro meses. Com as incertezas produzidas pela pandemia da Covid-19, o programa se torna essencial para amparar o trabalhador, melhorar a renda dos moradores e otimizar o tecido produtivo local. Isso fará com que Maricá passe por esse momento pandêmico com a economia fortalecida, garantindo empregos à população, algo fundamental para o ciclo econômico da cidade", disse.


O presidente da Câmara Municipal de Maricá, vereador Aldair de Linda, reforçou a importância da iniciativa do prefeito em solicitar a prorrogação do benefício.
 

"É muito importante essa intenção de prorrogar o PAT em um momento de avanço da variante Ômicron da Covid-19. Os casos estão aumentando no estado e o projeto vai ajudar as pessoas a se adaptarem à realidade neste novo ano. O valor será disponibilizado em mumbucas, aquecendo o comércio local e evitando que o dinheiro saia do município", reforçou o presidente.


Alguns beneficiários do PAT migrarão para o RBC

Após os quatro meses de prorrogação, as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e de Economia Solidária vão identificar os beneficiários que se enquadrem nos critérios para migrarem ao programa de Renda Básica de Cidadania (RBC) e receberem mensalmente a Moeda Social Mumbuca.

Atualmente, mais de 42 mil maricaenses em vulnerabilidade social são beneficiados pelo RBC, que fornece 170 mumbucas mensais (equivalentes a R$ 170) para serem utilizadas em cerca de 12 mil estabelecimentos comerciais credenciados na cidade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
Como podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...