MENU

28/11/2020 às 18h51min - Atualizada em 29/11/2020 às 03h51min

DIMAS GADELHA CANDIDATO À PREFEITO DO PT EM SÃO GONÇALO CONTA COM PELO MENOS DOIS PROBLEMAS COM A JUSTIÇA

A mulher, cujo nome O FLUMINENSE decidiu preservar, postou comentários criticando a gestão da saúde de São Gonçalo.

by Editorial Maricá - O Fluminense
Fonte: O FLUMINENSE
Dimas Gadelha tem duas anotações policiais, uma em 2009 e outra em 2017, quando era secretário municipal de Saúde - Foto: Reprodução / Polícia Civil

O candidato do PT à prefeitura de São Gonçalo, Dimas Gadelha, foi preso por dirigir embriagado em 2009. Tal fato foi registrado na 77ª DP (Icaraí). O FLUMINENSE teve acesso ao RO (Registro de Ocorrência).

Outra anotação policial de Dimas Gadelha a que O FLUMINENSE teve acesso é referente a ameaças feitas contra uma mulher que reclamou numa rede social sobre o mau atendimento na saúde de São Gonçalo quando Dimas era secretário na gestão do prefeito José Luís Nanci.


A mulher, cujo nome O FLUMINENSE decidiu preservar, postou comentários criticando a gestão da saúde de São Gonçalo. Dimas Gadelha, então, enviou mensagens em tom de ameaças para o celular do marido da vítima, contendo coisas do tipo "é melhor ela calar a boca, porque não sabe com quem está se metendo".
Apavorada, a mulher fez um BO na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM).


Procurado pela reportagem o candidato do PT não comentou os fatos até a publicação desta matéria.


O outro candidato na disputa do segundo turno em São Gonçalo, Capitão Nelson, do Avante, disse preferir "não comentar esses fatos e deixar que o candidato Dr Dimas Gadelha os esclareça". Capitão Nelson concluiu dizendo que "sempre respeitei demais as mulheres e nunca aceitei covardia".


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco!
Atendimento do Grupo Editorial Maricá
No que podemos ajudar? Envie sua mensagem, dica de pauta, crítica, sugestão ou denúncia...